‘Há cirurgiões que operam milagres’, diz paciente após retirada de tumor com metástase no fígado

‘Há cirurgiões que operam milagres’, diz paciente após retirada de tumor com metástase no fígado

Descobrir um câncer metastático tira o chão de qualquer pessoa. Pai de duas crianças de 13 e 9 anos, o cirurgião dentista F., 45 anos, descobriu em plena pandemia um tumor de reto com metástase no fígado. Foi no dia 19 de junho de 2020 durante uma consulta de emergência no hospital Vitória, na zona leste de SP.

O paciente conta que foi muito difícil receber o diagnóstico. “Foi muito duro receber a notícia do câncer e a forma como foi conduzida neste primeiro momento no pronto-socorro”, comenta. Ele disse que um dos momentos mais difíceis foi comunicar os filhos da doença. “Tive que pedir para minha esposa falar com eles. Foi muito difícil vê-los chorando, me sentia culpado por tudo que eles estavam passando”, diz.

Ele diz que logo após receber o diagnóstico foi encaminhado para a oncologista Daniela Pezutti que indicou o dr. Belotto para fazer a cirurgia. “Foi uma cirurgia muito complexa com mais de 10 horas de duração”, recorda o paciente.  “Passei por quimioterapia, tratamentos integrativos, como ozônio e laser, cirurgia no reto, ablação, embolização na primeira vez, em maio deste ano. Depois, em agosto, passei por uma hepatectomia do lado direito”.

Saiba mais sobre o câncer de fígado

O gastrooncologista Marcos Belotto explica que o caso do paciente era bem complexo e, muitos colegas, o consideravam irresecável, ou seja, inoperável. “Tinha acometimento dos dois lados do fígado, além do tumor de reto. Tiramos o tumor do reto, limpamos o fígado do lado esquerdo e ele fez uma radiofrequência no fígado e a hepatectomia com retirada de 65% do fígado por via robótica”, explica o médico.

A cirurgia permitiu que o paciente tivesse menor  perda sanguínea, menor resposta inflamatória  e uma recuperação melhor. “A resposta no caso dele foi excelente. Um mês depois fez novos marcadores tumorais e estão zerados”, comenta o cirurgião. Saiba mais sobre a cirurgia robótica clicando aqui.

Filhos  foram agradecer a recuperação do pai

Agora, F. aguarda a regeneração do fígado para fazer novos exames de sangue e de imagem para que os médicos avaliem a conduta a ser adotada. “No último exame, o marcador tumoral caiu muito e só tenho a comemorar minha recuperação e agradecer minha família, meus amigos e a equipe que me atendeu.” F. diz que um dia antes da cirurgia estava andando de skate com os filhos no Ibirapuera e que é isso que quer continuar fazendo, ter momentos saudáveis e alegres em família.

F. conta que sempre teve muito medo de cirurgia e que a condução da equipe o deixou mais tranquilo. “O Dr. Belotto é um cirurgião competente, com muita experiência, segurança e coragem para fazer cirurgias complexas e de grande risco com uso de tecnologia, como a cirurgia robótica. Só tenho a agradecer a ele e a toda a equipe da Dra. Daniela Pezutti, que conduziram meu tratamento de forma maravilhosa”.

O paciente comenta ainda que é preciso acreditar que você vai vencer a doença. “Mesmo ouvindo de alguns profissionais que não seja possível a cura, como eu ouvi. Há cirurgiões que operam milagres junto com nosso Deus. Nunca desistam, nunca!”.

*A identidade do paciente foi omitida para preservá-lo

2 Comentários
  • Roseli santana
    Posted at 20:21h, 06 outubro Responder

    Parabéns dr. Belotto, seu paciente é um ser humano incrível , muito merecedor ❗️Que Deus abençoe

  • Marisa Hakumata sogra do F.
    Posted at 12:05h, 13 outubro Responder

    Dr.Belotov há momentos na vida que nos faltam às palavras para que eu possa agradecer à Deus é ao senhor por ter salvo a vida do meu genro. Permitindo à ele mais anos de vida ao lado dos seus filhos, esposa parentes e amigos.. Agradeço do fundo do meu coração a Dr. Daniela é toda equipe que atuaram para que desse tudo certo. Deus abençoe e proteja o Senhor é toda equipe.

Deixe um comentário