Google Rank Checker

Blog

Tumores neuroendócrinos atingem com mais frequência órgãos gastrointestinais

Tumores neuroendócrinos são tumores compostos por células que contêm grânulos (como se fossem pequenas bolsas) que guardam neurossubstâncias, podendo ser hormônios ou neurotransmissores. Apesar de também poder atingir o aparelho respiratório, a maior incidência desse tipo de tumor é no trato gastrointestinal – pâncreas, fígado, intestino, etc.

Esses tumores podem ser divididos em duas classes: os secretores de hormônios e os não secretores de hormônio.

Os tumores secretores podem desencadear sintomas referentes ao hormônio que ele secreta. Por exemplo: os insulinomas – secretores de insulina – podem causar crises de hipoglicemia.

Os tumores não secretores podem causar sintomas causados, por exemplo, pela compressão de algum órgão próxima do tumor.

O diagnóstico pode ser feito a partir das queixas clínicas do paciente e dos exames laboratoriais e de imagem, como tomografia computadorizada, ressonância magnética e PET-CT.

O tratamento, sempre que possível, inclui a cirurgia. A técnica depende da localização do tumor e pode ser realizada de forma aberta, por vídeo ou por robô.

Outra técnica possível é a radiocirurgia para tumores menores de três cm, com o intuito de atingir a completa remoção da doença. A continuidade do tratamento inclui uso de quimioterápicos de ação sistêmica.

Para saber mais sobre a radiocirurgia, clique aqui.

Nossa equipe é composta por profissionais com larga experiência nesse tipo de tumor, oferecendo aos nossos pacientes a melhor opção de tratamento. Marque uma consulta para que possamos discutir seu caso.

Até o próximo post!

VEJA TAMBÉM:

► Saiba como funciona a cirurgia robótica
► Novo exame pode contribuir para a detecção precoce do câncer de pâncreas
► Dieta Cetogênica pode ajudar a combater o câncer de pâncreas
Incidência de câncer de pâncreas aumenta entre os mais jovens
Tumor neuroendócrino: a zebra no mundo do câncer
Cirurgia Robótica nos tumores gastrointestinais
Você sabe o que é um tumor neuroendócrino
Tumores neuroendócrinos atingem com mais frequência órgãos gastrointestinais

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Comentários