Google Rank Checker

Blog

Esponja encontrada no mar do Alasca pode ajudar a combater o câncer de pâncreas

Bom dia! No post de hoje, eu vou falar sobre uma descoberta que pode trazer benefícios no tratamento do câncer de pâncreas.  

Pesquisadores do Alaska Fisheries Center descobriram que uma esponja verde da espécie Latrunculia austini – organismo encontrado no Oceano Pacífico, próximo à região do Alasca, pode ajudar a combater a neoplasia de pâncreas.

Segundo estudos, moléculas presentes na esponja seriam capazes de destruir as células cancerígenas desse órgão, e, portanto, teriam um papel importante para a regressão da patologia, que é um dos tipos mais letais de neoplasias.

Apesar de a novidade ser animadora, são necessários novos estudos para comprovar a atuação da molécula no organismo humano.